segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Fluxo de Caixa - Faça o provisionamento


Finanças Pessoais - Guia de Orçamento - Fluxo de Caixa

Fluxo de caixa é uma avaliação (geralmente uma previsão) do comportamento das receitas e despesas. Por exemplo, para um assalariado existe apenas uma entrada mensal e dezenas de saídas. A diferença entre estes dois fluxos gera um resultado no final de mês, que pode ser investido (quando há sobras) ou financiado (quando falta dinheiro para cobrir as despesas).

Como o extrato bancário que você recebe em casa, o fluxo de caixa informa quanto dinheiro você tinha disponível no início do mês (quando seu salário foi depositado na conta) e quais foram todas as saídas da sua conta e depósitos que foram feitos ao longo do período e, por fim, o saldo atual.


Atenção!

Há despesas (ou receitas), no entanto, que não são registradas mês a mês. Um planejamento financeiro um pouco mais completo deve também levar em conta, além do fluxo de caixa, a expectativa de despesas.

Por exemplo, pagar o IPVA, o IPTU ou a matrícula da escola pode gerar um furo no orçamento em determinado mês.

Se fizer, porém, uma reserva (provisionamento) para cobrir estas despesas você pode diluir o impacto dessas despesas no orçamento. Essa provisão deve estar registrada à razão de 1/12 por mês. Assim se tem uma idéia melhor da real situação financeira. Pense no caso de um motorista de táxi. Se ele pensa apenas em termos de fluxo de caixa e não provisiona para "pagar" a depreciação do seu carro, mais cedo ou mais tarde ele terá dificuldades para comprar um novo carro, já que não terá recursos para substituir o anterior. Simples, não?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | cna certification