segunda-feira, 25 de maio de 2009

Dia sem imposto


Dia da liberdade sem imposto

Com o propósito de evidenciar para a população a excessiva carga tributária brasileira, o OrdemLivre.org está trabalhando com organizações em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte para promover na próxima segunda-feira, dia 25 de maio, o “Dia da Liberdade de Impostos”.

A campanha ocorre da seguinte forma: faz-se um acordo com postos de gasolina centrais na cidade para que a venda do combustível no dia seja feita sem o preço dos tributos. As organizações promotoras do evento cobrem a diferença.

A data escolhida é importante. O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) estima que entre 1 de janeiro e 25 de maio de 2009 os brasileiros já terão pago mais de 400 bilhões de reais em tributos, equivalente a 40,15% da renda da sociedade brasileira.

A não-discriminação universal entre preço e imposto é uma das formas mais perversas de alienação política. Sem fazer idéia de quanto paga ao governo, o cidadão acaba por acreditar que os empresários são os únicos responsáveis pelos preços altos. O governo se aproveita da ignorância do cidadão para justificar sua ineficiência e suposta falta de recursos.

O Brasil inteiro sai perdendo.

 

Onde será realizado o Dia da Liberdade de Impostos:

Belo Horizonte: Posto Albatroz (Esso) - Av. Afonso Pena, esquina com a Av. Brasil – Pç. Tiradentes

Porto Alegre: Firenze Combustíveis – Rua Santana, 345

Rio de Janeiro: Posto Canecão (Repsol) - Rua Gen. Goes Monteiro, 195, Botafogo (distribuição de senhas entre 10h e 11h da manhã)

São Paulo: Posto Centro Automotivo Portal das Perdizes (Ipiranga): Av. Sumaré, esquina com a rua Dr. Franco da Rocha

 

Organizações envolvidas:

OrdemLivre.org: é um projeto da Atlas Economic Research Foundation em cooperação com o Cato Institute. Fundado sobre os princípios de liberdade individual, mercado livre, paz e governo limitado, OrdemLivre.org promove uma ordem econômica eficiente e uma filosofia política moral e inspiradora por meio de publicações e eventos sobre temas relevantes para o desenvolvimento político, cultural e econômico dos países de língua portuguesa.

Instituto Mises Brasil: Inspirado no Mises Institute dos Estados Unidos, o Instituto Ludwig von Mises - Brasil (IMB) é uma associação voltada à produção e à disseminação de estudos econômicos e de ciências sociais que promovam os princípios de livre mercado e de uma sociedade livre. O IMB acredita que nossa visão de uma sociedade livre deve ser alcançada pelo respeito à propriedade privada, às trocas voluntárias entre indivíduos, e à ordem natural dos mercados, sem interferência governamental.

Movimento Endireita Brasil: Formado por profissionais atuantes nas mais diversas áreas do setor privado, o Movimento Endireita Brasil tem como objetivo identificar e apoiar pessoas que estejam dispostas a participar da vida pública com o objetivo de transformar o cenário político brasileiro, tornando-o um ambiente onde a estrita observância da moral e da ética seja regra e não exceção. Sob o ponto de vista social e econômico, o MEB defende o livre mercado, a liberdade, a propriedade privada e uma drástica redução do tamanho e do peso do Estado sobre o individuo e as empresas como forma de gerar o verdadeiro e sustentável desenvolvimento econômico.

Instituto Millenium: é uma entidade sem fins lucrativos, sem vinculação político-partidária, que promove a Democracia, a Economia de Mercado, o Estado de Direito e a Liberdade. Entre as suas atividades, o Instituto Millenium realiza campanhas de conscientização, colaborando para ter melhores cidadãos, com valores claros e sólidos.

Instituto de Estudos Empresariais: criado em Porto Alegre em 1984 e presente também em São Paulo e em Belo Horizonte, o IEE é uma entidade sem fins lucrativos ou compromissos político-partidários. O IEE tem como finalidade incentivar e preparar novas lideranças com base nos conceitos de economia de mercado e livre iniciativa.

Instituto Liberdade: promove a pesquisa, a produção e a divulgação de bens educacionais e culturais que demonstrem as vantagens para todos os indivíduos de uma sociedade organizada, com base nos princípios dos direitos individuais, de governo limitado e representativo, de respeito à propriedade privada, aos contratos e à livre iniciativa. O Instituto Liberdade defende o Estado de Direito, a descentralização do governo, a economia de mercado e apóia os empreendedores intelectuais multidisciplinares na produção de análises e recomendações em políticas públicas, seguindo os preceitos da Escola Austríaca de Economia.

 

O que os organizadores dizem sobre o dia sem imposto:

Diogo Costa, coordenador e editor de OrdemLivre.org: “Nenhum país conseguiu se desenvolver por meio da tributação excessiva. Quem gasta o dinheiro dos outros, gasta mal e irresponsavelmente. Se queremos um Brasil mais próspero, um dos primeiros passos é garantir que a renda das famílias brasileiras não seja tomada de suas mãos pelos impostos do governo. É mais do que uma questão de economia. É uma questão de justiça”.

Paulo Uebel, Diretor Executivo do Instituto Millenium: “Como temos a missão de promover a Democracia, é fundamental envolver todos os cidadãos brasileiros na discussão de temas importantes para o desenvolvimento do Brasil. Quando as pessoas tomam conhecimento de que são pagadores de impostos, mesmo que indiretamente, elas ficam mais motivadas e legitimadas a participar deste debate. A alienação popular é muito ruim para a Democracia”.

Túlio Severo Jr., um dos organizadores do evento no Rio de Janeiro: “O objetivo principal do evento é permitir que a população compreenda que todos pagam impostos e que todos devem participar, legitimamente, na construção de um Brasil melhor, exigindo melhores serviços públicos e maior transparência”.

Um Brasil mais rico começa com o direito de os brasileiros utilizarem seu próprio dinheiro.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | cna certification