sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Abaixo os corruptos e viva a Lei de Responsabilidade Fiscal

Desde que Fernando Henrique Cardoso promulgou a Lei de Responsabilidade Fiscal todos os oportunistas, incompetentes, maus gestores e também corruptos tentam acabar com esta lei, que uma das coisas mais importante que fizeram no Brasil.

Não só pelo obvio da norma que é gastar apenas o que se arrecada (regra de qualquer armazém), mas também pela importância administrativa que esta lei ensina que foi o marco de lucidez na administração pública e uma forma de impedir que os Prefeitos e Governadores jogassem todos os gastos para ferrar o próximo Governo que viesse.

A luta contra esta lei fundamental para o Brasil começou com o PT que tentou impedir a lei no Supremo Tribunal Federal. Agora a sabotagem continua.

Prefeitos do País todo querem que o Congresso flexibilize a lei, porque alegam que teria havido uma queda de arrecadação por causa da crise econômica Mundial.

O Senador Cesar Borges da Bahia já entrou correndo com um projeto de lei complementar para como ele diz: "Flexibilizar a lei".

Esta palavra, "flexibilizar" significa:
- Enfraquecer;
- Desqualificar;
- Desmoralizar a lei até que ela acabe.

A confederação nacional dos municípios que se estendo por 5700 prefeituras do Brasil (o que já é um absurdo), diz que não quer acabar com a lei não.. QUEREM, querem sim! Todos querem acabar com essa lei.

Saibam que a União já repassou dinheiro aos municípios, a crise não foi tão grande assim a ponto de atingi-los.

O que eles querem e sempre quiseram é...
... a impunidade para maus gestores;
... é a gastança sem limites;
... é a irresponsabilidade de volta.

Se os prefeitos gastarem direito, se não furarem, por exemplo, o limite de folha de pessoal que é de 51% (que já é muito) do orçamento e não mais de 60% que eles gastam, não haveria problema.

Essa lei tem que ser mantida, inclusive pelo valor simbólico que ela tem.

Mas os municípios sempre sugam, a pouco conseguir enfiar no congresso a volta de 8000 (Oito mil) cargos de Vereadores que querem cabides para faturar, ou superfaturar;

É assim, tudo de bom que o Governo anterior fez para civilizar a administração pública vai sendo desfeito por este executivo que topa tudo pelas alianças espúrias e em gastos absurdos, como por exemplo, os 60.000 (Sessenta mil) novos cargos que o Presidente Lula falou que vai criar agora. Imagine o próximo ano, na disputa eleitoral os cofres serão arrombados diante de todos nós.

Abaixo os incompetentes e corruptos e viva a Lei de Responsabilidade Fiscal.

#forasarney #foraimpunidade #queroumBrasilmelhor

Eu no Twitter (@IcaroQ)


Fonte: Com base em relatos do Arnaldo Jabor

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | cna certification