quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Tentativas de moralizar vida pública não vão prosperar

Todas as tentativas de moralizar a vida pública no Brasil, em especial o Congresso darão com os "burros n'água", morrerão antes de nascer, darão "xabu", em suma, todas as tentativas de transparência neste período vexaminoso em que vivemos não vão prosperar.

Primeiro: O projeto de vigilância tributária, que é internacional e que permitiria o intercâmbio de informações fiscais e que serviria para combater a sonegação, foi renegado pelo relator Regis de Oliveira do Partido nanico, PSC. Não vai dar pé.

Segundo: Os congressistas querem a doação eleitoral anônima, sem registros dos doadores de campanha para assim permitir a malandragem do "toma lá da cá" eterno, das sobras de campanha e do dinheiro não declarado.

Terceiro: O projeto dos fichas sujas que impediria a candidatura de VAGABUNDOS já incriminados na justiça não foi sequer incluído na pauta de votações até o fim do ano.

Quarto: Os parlamentares querem que o Ministério Público não possa entrar com ação contra políticos. O integrante do Ministério Público que o fizer e se não houver condenação do político apontado, será punido e ainda terá que pagar indenização. Como ninguém nunca é condenado no Brasil, se alguém do Ministério Público ousar, em geral vai dançar. Este projeto sórdido que defende criminosos e proíbe homens de bem do Ministério Público está pronto pra ser votado no plenário da Câmara.

Quinto: Uma mudança na lei de diretrizes orçamentárias retirou do Tribunal de Contas da União o poder de barrar obras irregulares, ou seja, não precisa mais de Tribunal de Contas da União para não atrapalhar as obras superfaturadas e com lucro rachado com congressistas ladrões.

Sexto: Apesar de ter sido aprovado em primeira votação o voto secreto provavelmente não será votado tão cedo, em segundo turno, ou seja, estão esperando a gente esquecer para votar.

E assim vamos amigos leitores, descendo a ladeira para a impunidade total e a desfiguração da República.

E como a jóia da rainha, como cereja deste sorvete, a candidata em campanha Dilma Rousseff declarou nesta segunda quinzena deste mês (Out/2009) que nunca houve o mensalão, ou seja, você e eu, o Brasil e todos nós somos cegos e surdos OU loucos.


Taí, você no poder, seja participativo e divulgue o conhecimento. Estamos numa era onde nós somos fonte de informação.



Eu no Twitter (@IcaroQ)


Fonte: Com base em relatos do Arnaldo Jabor

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | cna certification